NÃO CORRA ATRÁS DO AMOR

O sonho da minha vida era ter uma chácara no interior de São Paulo, em Jaú, na cidade aonde nasci. E tinha até um nome. Daria o nome de Rancho Cuitelinho (que é o outro nome do Beija Flor). Comprei a terra. Tenho o rancho. E pelo desejo do destino o nome é Rancho Helena. Homenagem à minha mãe. Mas como diz um amigo eu poderia colocar na placa: ex rancho cuitelinho. Logo que compramos tudo estava florido, havia muitos pássaros e todas as manhãs tinha beija-flor para nos alegrar. O tempo foi passando e como não residimos lá o tempo todo o rancho foi ficando meio descuidado. Os pássaros sumiram, o jardim ficou sem flores e o beija-flor amigo de todas as manhãs já não aparecia mais. Resolvemos então cuidar de tudo. Plantamos flores, adubamos, cuidamos do jardim. E tudo apareceu novamente. Flores, pássaros e beija-flor. Lembre-me do poeta do Alegrete, Mário Quintana: “Não é preciso correr atrás das borboletas, é só cuidar do jardim que as borboletas aparecem”. Não corram atrás do amor. Cuidem do jardim. Cuidem do coração. E o amor aparece.

Pastor Longuini

One Response to “NÃO CORRA ATRÁS DO AMOR”

  1. Bem disse Pena Branca e Xavantinho:

    “E o cuitelinho não gosta
    Que o botão de rosa caia”.

    😀

Leave a Reply