DERRUBEMOS TODOS OS MUROS, MESMO OS QUE AINDA NÃO FORAM CONSTRUÍDOS.

Eu não acredito no que ouço nos noticiários em geral. Mas às vezes fico muito triste, assustado e com muita raiva. Como pode um candidato a presidente de um dos maiores países do mundo e que já foi exemplo de democracia e liberdade, ter como plataforma de campanha a construção de um muro na divisa com o México? Pode. Ele tem essa proposta e é apoiado por muita gente. Construir muros para isolar imigrantes, pobres, marginalizados e excluídos é a mais profunda falta de amor e respeito. Na realidade quem assim procede: igrejas, instituições, religiões e pessoas milionárias, dentre outros, é porque possui grandes muros ao redor do próprio coração. Muitas vezes construímos muros dentro de nós mesmos para evitarmos não que as pessoas entrem, mas para evitarmos que saíamos de nós mesmos. Não queremos sair do nosso conforto e da nossa falsa segurança. Essa é a razão dos grandes muros que construímos ou que queremos construir. Vamos esquecer isso! Precisamos derrubar todos os muros, os que já estão construídos e os que desejamos construir. Não haverá vida plena, feliz e realizada se ficarmos atrás dos muros. E muro não adianta pular. Tem que destruir.
Luiz Longuini Neto

Leave a Reply